Pastorais

“Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos”. Sl 119.71

16/09/2018

Certamente, sem a iluminação do Espírito Santo jamais poderíamos absorver essa verdade tão vital para o nosso cristianismo prático.

 

O contexto nos mostra que as aflições e perseguições do salmista tinham raízes em seu pecado. “Antes de ser afligido, andava errado, mas agora guardo a tua palavra.” (Sl 119.67). Ele confessa que por um momento da vida havia se desviado dos caminhos do SENHOR. Contudo, vemos como graciosamente o SENHOR traz para o prumo da sua vontade aqueles a quem Ele escolhe: “[...] mas agora guardo a tua palavra.” (Sl 119.67).

 

Podemos perceber também que há um aspecto pedagógico na aflição passada pelo servo de Deus. O salmista declara: “Foi-me bom ter eu passado pela aflição”. Ou seja, Deus é o nosso professor na escola da aflição.

 

Analisando o versículo em pauta podemos notar, em primeiro lugar, uma afirmação: Foi-me bom ter eu passado pela aflição; e em segundo lugar uma razão: para que aprendesse os teus decretos.

 

A experiência da vida nos ensina que enquanto estamos sob aflições, nos sentimos desanimados e angustiados pela adversidade presente, a tal ponto de não conseguirmos discernir o benefício dela naquele momento. Mas, ao passarmos pela aflição e refletirmos humildemente na soberania e providência divina, concluímos que Deus ordenou isso com muita sabedoria para o nosso crescimento na fidelidade e paz com Ele. “Foi-me bom ter eu passado pela aflição”.

 

Precisamos entender que nem toda aflição enfrentada por nós é para o nosso mal. Paulo afirma que todas as coisas cooperam para o bem de quem ama a Deus. Como afirmou José: “Vós, na verdade, intentastes o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem, para fazer, como vedes agora [...]” (Gn 50.20). É evidente que nem sempre a aflição é um resultado dos nossos pecados, mas, independentemente do que estamos passando, tudo contribuirá para o nosso bem. E o nosso Deus, em suas infinitas formas de nos ensinar a Sua vontade, manifestará o seu cuidado sobre nós.

 

Deus abençoe a todos (as).

 

Pr. Genildison da Silva Ribeiro

Please reload