Pastorais

O EVANGELHO É DE DEUS

21/10/2018

A igreja de Deus deve sempre lembrar-se de sua identidade. Em Romanos 1:1 lemos: “Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para ser apóstolo, separado para o evangelho de Deus”. Nesta simples apresentação Paulo traz três informações importantes: sua identidade, seu ministério e sua mensagem. Sua identidade é ser “servo de Jesus Cristo”, seu ministério é “chamado para ser apóstolo” e sua mensagem “o evangelho de Deus” (no grego - euaggeliontouTheou), para o qual afirma ter sido separado.


Lembremos que nossa vida não é definida por nossas atividades, funções, cargos ou reputação. Também não é definida pela forma como nos vemos ou somos vistos, nosso sucesso ou fracasso – mas pelo tipo de relacionamento que temos com o Senhor Jesus.

 

Paulo costumeiramente se apresentava como “servo”, atestando que sua identidade era definida por um relacionamento: Jesus era seu mestre e ele servo do Senhor Jesus. Assim, o evangelho que ele pregava não era dele, mas “evangelho de Deus”, indicando que o evangelho vem de Deus, pertence a Deus, é a manifestação de Deus (em Cristo Jesus) e glorifica a Deus.


Para Paulo, o evangelho não é a mensagem da igreja sobre Deus, mas a mensagem de Deus sobre a redenção do seu povo. Mais adiante ele expande dizendo que esse evangelho é “o poder de Deus” (Rm 1:16).


O evangelho, portanto, não está preso a posições intelectuais, científicas, culturais ou políticas. Ao contrário, o evangelho é o crivo pelo qual toda ação e posição humanas devem ser avaliada, pois não possui uma natureza humana, mas divina.


Como cristãos, devemos votar, apoiar, protestar, produzir, trabalhar e nos envolvermos com os sistemas humanos de acordo com nossa consciência cristã. Mas devemos nos lembrar que o evangelho não foi manifesto por Deus somente para melhorar a sociedade, mas para redimi-la. Não traz simples tranquilidade, mas eterna paz. Não se contenta com a tolerância, mas promove o amor. Não se conforma, mas transforma. Não faz o homem glorioso, mas o redime para que, transformado, dê glória a Deus.


Deus abençoe a todos (as).


Pr. Genildison da Silva Ribeiro.

Please reload