Pastorais

Sabereis que eu sou o Senhor

19/05/2019

“Sabereis que eu sou o SENHOR, quando eu abrir a vossa sepultura e vos fizer sair dela, ó povo meu. Porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos estabelecerei na vossa própria terra. Então, sabereis que eu, o SENHOR, disse isto e o fiz, diz o SENHOR”. (Ezequiel 37.13-14)

 

As escolhas pecaminosas produzem um veio de destruição, deixam cicatrizes na alma e impossibilitam o florescer da esperança. A nação de Judá, em decorrência do sincretismo religioso, do afastamento da presença de Deus, do renunciar à santidade e ao serviço genuíno a Deus, acabou sendo levada cativa pelo império babilônico.


Viver longe do lugar da promessa e debaixo da opressão do poder inimigo, para o povo de Judá era semelhante a ser enterrado vivo. Era viver numa cova existencial onde não existia mais sonho, não existia perspectiva de um bom futuro e nem a mínima possibilidade de ter o que lhe foi tomado. Mas, nesse capítulo, através de uma visão, Deus revela-se ao seu povo como o grande restaurador.


Diante do caos e das impossibilidades humanas, a ação do Espírito Santo traz reparação e a possibilidade de novamente sonhar. Ser visitado pela presença do Espírito Santo é receber, gratuitamente, a possibilidade de começar de novo, de tomar decisões acertadas e viver a plenitude da promessa no lugar que Deus preparou com as pessoas que tanto amamos.


Minha oração em seu favor nesse dia é que você viva a visitação do poder reparador do Espírito Santo em sua vida e Que Ele lhe estabeleça no lugar da promessa. Que hoje seja um dia marcado pelo agir vivificador do Espírito Santo.


Deus abençoe a todos (as).
Pr. Genildison da Silva Ribeiro.

Please reload