Pastorais

“Se o meu povo que se chama pelo meu nome”

17/05/2020

“Se o meu povo que se chama pelo meu nome” (II Cr 7.14)


A construção e a consagração do templo de Salomão foi algo memorável e incrível. Fora um grande feito da engenharia e nada foi poupado em sua construção. O templo foi adornado com tudo o que havia de melhor e mais caro na época. Foram utilizados os melhores engenheiros e artesãos, toneladas de ouro foram impregnadas nas paredes e peças do templo. E depois de tudo feito, Deus apareceu a Salomão numa visão ou sonho e lhe disse: “Eu escolhi e santifiquei este lugar para casa de oração. Estarão sobre ela os meus olhos e atentos os meus ouvidos...”

 

Mas a grande questão, segundo a visão que Deus deu a Salomão, não estava no templo, na sua beleza e suntuosidade. Mas no coração do povo que se dirige ao templo. Ou seja: o povo que se dirige a este lugar santificado, deve carregar o nome de Deus e sentir-se povo de Deus: “Se o meu povo que se chama pelo meu nome”. Esta era a grande questão a qual Deus leva em conta. Todo aquele que se aproxima de dEle deve ter em mente que esta aproximação é um sinal de confiança e amizade. Não somente isto, mas também um sinal de humildade. Humildade que reconhece a completa limitação humana e carência de Deus. Deus aqui se torna a fonte de todas as coisas para aquele (a) que o busca.

 

O ser humano é desafiado a entender, ao aproximar-se do templo, que sem Deus nada do que foi feito se fez ou se faz! Mesmo a suntuosidade do templo fora fruto da providência e cuidado de Deus sobre a vida de Davi.

 

Deus mostra a Salomão que muitos dos nossos problemas e dificuldades são fruto da incoerência da vida que levamos, ao nos esquecermos de Deus e ao deixarmos de colocar nossa dependência nEle. O arrependimento é peça fundamental nesse processo!

 

Lembre-se sempre do conselho dos apóstolos e do próprio Jesus: “Não andem ansiosos por coisa alguma, antes tornem Deus conhecedor de todas as suas necessidades pois Ele tem cuidado de vós!”(Fp 4.6)

 

Deus abençoe a todos (as).
Pr. Genildison da Silva Ribeiro.

Please reload