Pastorais

A necessidade de orar uns pelos outros (I Ts 1. 11-12)

27/01/2019

Uma das maneiras mais amorosas de cuidarmos uns dos outros é orar. Por isso, Tiago nos orienta: “Orai uns pelos outros, para serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo” (Tg 5.16). Também, por isso, Paulo sempre pedia oração: “Irmãos, orai por nós” (1Ts 5.25).

 

Precisamos orar intercedendo pelas necessidades espirituais uns dos outros. Paulo nos ensina isto: “Por isso, também não cessamos de orar por vós, para que o nosso Deus vos torne dignos da sua vocação e cumpra com poder todo propósito de bondade e obra de fé, a fim de que o nome de nosso Senhor Jesus seja glorificado em vós e vós, nele, segundo a graça do nosso Deus e do Senhor Jesus Cristo” (1Ts 1.11-12).

 

Quem deve orar?

Todos. Paulo, Silas e Timóteo oram pelos irmãos. Todos os líderes da igreja, pastores, presbíteros e diáconos devem orar por todo o rebanho de Deus. Jesus é o nosso maior exemplo.

 

Paulo também pede à igreja: “Orem por nós” (2Ts 3.1). A igreja deve orar por sua liderança. Trata-se de um dever espiritual de cada membro da igreja, pois os líderes são os principais alvos dos ataques do Diabo. Somente com oração e jejum não cairemos em tentação.

 

Por quais motivos devemos orar?

A ênfase de Paulo são as necessidades espirituais: para que o nosso Deus vos torne dignos da sua vocação e cumpra com poder todo propósito de bondade e obra de fé. Para que possamos viver e agir como pessoas de Deus, dignificando o nome de Jesus. Para que Deus possa cumprir todo o seu propósito espiritual na vida de cada crente.

 

Devemos orar para que o amor cresça e aumente uns pelos outros (1Ts 3.12); para que sejamos fortalecidos espiritualmente pelo poder do Espírito Santo (Ef 3.16); para que Deus abra portas de oportunidades (Cl 4.3) e para que sejamos guardados espiritualmente, em santificação e isenção de culpa perante Deus (1Ts 3.13).

 

Qual o objetivo da oração?

A fim de que o nome de nosso Senhor Jesus seja glorificado em vós e vós, nele, segundo a graça do nosso Deus e do Senhor Jesus Cristo, e para que Ele seja glorificado na vida dos seus discípulos, através da graça que vem da Trindade. Deus é glorificado nas respostas que Ele dá às orações que Lhe são feitas pelos crentes. Jesus prometeu: “E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho” (Jo 14.13).

 

O maior benefício espiritual que podemos fazer uns pelos outros é, portanto, orar.

 

Extraído da Ig. Presbiteriana de Pinheiros

Please reload