Pastorais

Você não está sozinho

10/05/2020

"Levante-se, pegue a criancinha e a mãe dela, fuja para o Egito e fique ali até eu avisá-lo, porque Herodes está prestes a procurar a criancinha para matá-la." Mateus 2.13


Este mês de maio, quando comemoramos a família e, em especial, o dia das mães, ficará marcado em nossas vidas para sempre devido à situação social vivida no mundo todo. Alguns estão longe e separados, outros estão tão próximos que podem causar estranhamentos, um tempo muito diferente para todos nós. Mas quero trazer o texto de Mateus acima para que entendamos que a família de Jesus também passou por isso e foi privada de contato social com seus familiares e se viu obrigada a ficar isolada de seu povo e daqueles que amava para se distanciar no Egito e ter que viver longe de sua casa.


Devemos lembrar que essa foi uma das primeiras experiências de Jesus na terra, se isolando do convívio com os seus. Longe das tias, primos, avós e tudo mais que uma família com um recém-nascido vive e precisa. Mas nem por isso o Senhor foi atingido e sua família se desesperou, ele se firmou na voz do mensageiro enviado por Deus: “Fique lá até eu avisá-lo”. Eles sabiam que iria passar que não seria assim para sempre. Teremos que nos reinventar como sociedade, mas principalmente como família e esse tempo pode sim servir de ponto de partida. Devemos buscar formas de valorizar o que realmente tem importância em nossas vidas. Lembre-se, você não está sozinho ou sozinha, e as mesmas dores que você passa a família de Jesus também sofreu.

Nesse dia das mães, felicidades àquelas que estão com seus filhos, felicidades àquelas que estão longe dos seus, mas irão se encontrar em breve, consolo para as que perderam os seus e certeza da paz de Deus que excede a todo o entendimento para passarmos juntos esse mês da família. Esperemos o Senhor nos avisar de dias ainda melhores que esses.


Um abraço afetuoso,

Pr. Fabio Marchiori.

Please reload