Pastorais

Alegrai-vos sempre no Senhor

21/11/2021

“Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos.” (Filipenses 4.4)

O texto ordena que nossa alegria seja ultracircunstancial (esteja além das circunstâncias). Hoje, alegria: é quando coisas boas acontecem, quando você recebe um aumento, é quando o noivo te pede em casamento, é quando você realiza mais, a cada momento, quando Deus abençoa os teus intentos e você é feliz nos relacionamentos. Não obstante, o texto diz que devemos nos alegrar, sempre. Sempre é quando perdemos um ente querido, quando a situação não está boa no trabalho, é quando há crise nos relacionamentos, é quando não se realizam nossos intentos, quando a enfermidade traz tormento, é quando fecha o tempo, quando o nosso time de futebol é derrotado.

 

Se você tem a bênção de Deus em tua vida, ainda que sinta imensa dor, sabe que das mãos do Senhor ninguém te pode arrebatar, tem consciência que todas as coisas, exatamente todas, cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Se você sabe que Deus é um Soberano bom, que te ama, apesar das lutas, dos ventos, tempestades, angústias, aperto, enfermidades, dificuldades e necessidades, o Senhor te ama e cuida de você. Ele te carrega no colo, nunca te deixará, jamais te abandonará. Ele deu Jesus na cruz, porque amou você. Então firme seu olhar/coração em Jesus e você se alegrará em toda e qualquer situação.

 

Devemos entender que, por causa de Jesus, nosso estilo de vida é a alegria, porque Deus a ordena. A Alegria do Cristão é Imperativa, ela não é uma sugestão, nem uma possiblidade, nem um conselho, é uma ordem. Mas qual será o fundamento para tal alegria? O Senhor Jesus!

 

O texto diz alegrai-vos sempre no Senhor. Trata-se de uma alegria Cristocêntrica. O fundamento dessa alegria é Cristo Jesus, que mesmo sendo Deus, se fez homem, para vir ao mundo, viver perfeitamente sem pecado! E, no auge da sua vida na terra, entregou-se na cruz, para receber a ira do Deus Eterno, contra os nossos. Cristo morreu pelas minhas transgressões, foi moído por meus pecados, foi ferido por minha rebelião, para que não passássemos a eternidade debaixo da ira de Deus, a espada da Justiça, caiu pesada, dissipando sua vida na cruz. Nunca ninguém nos amou como esse grande Salvador.

 

Por causa desse sacrifício maravilhoso a nota promissória dos nossos pecados foi cancelada e cravada na cruz, trazendo-nos paz com Deus. Se você crê, você é filho de Deus, reconciliado com o Senhor, é nova criatura, não vive para si, vive para Deus. Todo aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus será salvo. Que bênçãos maravilhosas você tem! Teu coração deve saltar de alegria, porque, quem crê em Jesus é justificado pela fé e agora está em paz com Deus! Portanto, alegre-se em Jesus!

 

Deus abençoe a todos (as)!

Pr. Genildison da Silva Ribeiro