Pastorais

O Que Seria de Davi sem o Golias?

11/04/2021

I Sm 17

Antes de qualquer coisa, é importante sabermos quem era Davi antes do Golias aparecer em cela.

 

Davi era um dos filhos menos admirados de Jesse. Ele exercia uma função inferior (ele cuidada das ovelhas). Quando Samuel vai à casa de Jesse sob a ordem de Deus para ungir o novo rei de Israel, Davi nem é contato entre os pretendentes (I Sm 16). E, mesmo depois de receber a unção, Davi continua no anonimato: cuidando das ovelhas e fazendo serviços de office-boy – Ele de vez enquanto visitava o acampamento dos soldados de Saul para levar algo para seus irmãos e saber como eles estavam.

 

Mas, numa dessas idas de Davi ao acampamento aparece em cena o Golias, e tudo muda! Aqui nós precisamos entender duas questões: a primeira delas é a unção; a segunda é a oportunidade de usá-la.

 

A unção nada mais é do que um símbolo da presença de Deus em nossa vida. Este símbolo/sinal muda tudo. Muda a forma como eu vejo as coisas e a forma como eu passo a viver. A unção indica que Deus está comigo! Sabendo disso, eu passo a acreditar em coisas que antes eu não acreditava. A unção não é um poder sobrenatural, ela é apenas um símbolo. O poder sobrenatural está na fé e no mover de Deus através dela! Davi podia acreditar ou não acreditar na unção. O tremendo é que ele acredita e as coisas vão acontecendo... No relato de suas experiências a Saul ele diz: Deus me deu forças para matar um urso, um leão que tentaram roubar uma de minhas ovelhas. Ele me dará forças para enfrentar esse gigante. O poder não estava na unção, mas na fé a quem ela direciona.

 

O que Davi entende é que, por causa da fé que é despertada pela unção, o tamanho do adversário não faz diferença, Deus continua maior! Davi então declara: eu vou ter a vitória, não por minha força, mas pela capacidade que vem de Deus! É Ele quem me entregará o gigante.

 

O mais importante aqui, é que Davi soube aproveitar o momento/oportunidade. A unção não vale nada se não soubermos aproveitar as oportunidades que as circunstâncias nos oferecem. Quando todos estavam com medo, Davi se disponibiliza para o enfrentamento. A unção e a fé associada a ela, abre os nossos olhos para as oportunidades que os desafios nos apresentam. Você pode fugir ou se amedrontar; ou encará-los em nome de Deus. Ao encararmos os desafios, começamos a perceber elementos que antes não eram aparentes, nossa mente se expande e soluções começam a aparecer, porque agora em não estou fugindo, eu estou encarando o desafio. Isso não elimina o medo, a incerteza, mas nos ajuda a percebermos que para tudo há uma saída. E que todo gigante tem um ponto fraco.

 

Foi o enfrentamento do problema/Golias que colocou Davi no radar para o reinado de Israel. Se o Golias não tivesse aparecido em cena, Davi não estaria nos relatos bíblicos como o maior rei que Israel já teve. Ele não passaria de um pastor de ovelhas e alguém que fez alguns belos salmos.

 

Não tenha receios de encarar os Golias de sua vida. Encare todos os desafios sob o prisma da unção; do poder de Deus que habita em nossos corações por causa do que Jesus fez por cada um de nós, nos tornando através do Seu sacrifício, em Filhos (as) de Deus.

 

Pr. Genildison da Silva Ribeiro.